NOVA CONFIGURAÇÃO DO PORTAL
 
InícioPortaledamalta.blogsBuscarFAQRegistrar-seGruposMembrosConectar-se

Compartilhe | 
 

 Escrever... Poesia...

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
eli.lua
MODERADOR
MODERADOR
avatar

Número de Mensagens : 579
Idade : 38
Localizaçâo : Albufeira
Data de inscrição : 11/12/2006

MensagemAssunto: Re: Escrever... Poesia...   21/03/07, 03:34 am

Recebi essa declaração a pouco tempo, quando estive de férias, do irmão de uma pessoa q marcou muito a minha vida, achei engraçado e resolvi dividir com vcs.

Declaração de Amor

Tentei dizer quanto te amava, aquela vez, baixinho
mas havia um grande berreiro, um enorme burburinho
e, pensado bem, o berçário não era o melhor lugar.
Você de fraldas, uma graça, e eu pelado lado a lado,
cada um recém-chegado você em saber ouvir, eu sem saber falar.

Tentei de novo, lembro bem, na escola.
Um PS no bilhete pedindo cola interceptado pela
professora como um gavião.
Fui parar na sala da diretora e depois na rua
enquanto você, compreensivelmente, ficou na sua.

A vida é curta, longa é a paixão.
Numa festinha, ah, nossas festinhas, disse tudo:
"Eu te adoro, te venero, na tua frente fico mudo"
E você não disse nada. E você não disse nada.
Só mais tarde, de ressaca, atinei.
Cheio de amor e Cuba, me enganei e disse tudo para uma almofada.

Gravei, em vinte árvores, quarenta corações.
O teu nome, o meu, flechas e palpitações:
No mal-me-quer, bem-me-quer, dizimei jardins.

Resultado: sou persona pouco grata corrido a gritos de
"Mata! Mata!" por conservacionistas, ecólogos e afins.

Recorri, em desespero, ao gesto obsoleto:
"Se não me segurarem faço um soneto"
E não é que fiz, e até com boas rimas?
Você não leu, e nem sequer ficou sabendo.
Continuo inédito e por teu amor sofrendo
Mas fui premiado num concurso em Minas.

Comecei a escrever com pincel e piche num muro branco, o
asseio que se lixe, todo o meu amor para a tua ciência.
Fui preso, aos socos, e fichado.

Dias e mais dias interrogado: era PC < PC do B ou alguma dissidência?
Te escrevi com lágrimas , sangue, suor e mel
(você devia ver o estado do papel)
uma carta longa, linda e passional.
De resposta nem uma cartinha
nem um cartão, nem uma linha!
Vá se confiar no Correio Nacional.

Com uma serenata, sim, uma serenata como nos tempos da
Cabocla Ingrata me declararia, respeitando a métrica.
Ardor, tenor, a calçada enluarada...
havia tudo sob a tua sacada
menos tomada pra guitarra elétrica.

Decidi, então, botar a maior banca no céu escrever com
fumaça branca: "Te amo, assinado.." e meu nome bem
legível. Já tinha avião, coragem, brevê tudo para
impressionar você, mas veio a crise, faltou o combustível.

Ontem você me emprestou seu ouvido e na discoteca, em
meio do alarido, despejei meu coração.
Falei da devoção ha anos entalada e você disse "Não
escuto banda". Disse "eu não escuto nada".

Curta é a vida, longa é a paixão.
Na velhice, num asilo, lado a lado em meio a um silêncio
abençoado direi o que sinto, meu bem.
O meu único medo é que então empinando a orelha com a mão
você me responda só: "Heim?"

A.F
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
eli.lua
MODERADOR
MODERADOR
avatar

Número de Mensagens : 579
Idade : 38
Localizaçâo : Albufeira
Data de inscrição : 11/12/2006

MensagemAssunto: Re: Escrever... Poesia...   21/03/07, 09:51 pm

HOJE, DIA 21 DE MARÇO É DIA DA POESIA....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
eli.lua
MODERADOR
MODERADOR
avatar

Número de Mensagens : 579
Idade : 38
Localizaçâo : Albufeira
Data de inscrição : 11/12/2006

MensagemAssunto: Re: Escrever... Poesia...   22/03/07, 11:33 am

Soneto da Separação

De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto.

De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez-se o drama.

De repente, não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente.

Fez-se do amigo próximo o distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente.

Vinicius de Moraes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
eli.lua
MODERADOR
MODERADOR
avatar

Número de Mensagens : 579
Idade : 38
Localizaçâo : Albufeira
Data de inscrição : 11/12/2006

MensagemAssunto: Re: Escrever... Poesia...   22/03/07, 11:45 am

Adoro Literatura, e muitos poetas, mais hà um q não poderia deixar de comentar que é o GRANDE Vinicius de Moraes;


Biografia:( Mais ou Menos...)
Na tempestuosa madrugada de 19 de outubro de 1913, nascia o garoto Vinitius. A grafia está correta. Seu pai, Clodoaldo Pereira da Silva Moraes, um apaixonado pelo latim, dera a ele este nome. Naquela noite nascia na Gávea, o futuro garoto de Ipanema.

Escreveu seu primeiro poema de amor aos 9 anos, inspirado em uma colega de escola que reencontraria 56 anos depois. Seus amores eram sua inspiração. Oficialmente, teve nove mulheres: Tati (com quem teve Susana e Pedro), Regina Pederneiras, Lila Bôscoli (mãe de Georgina e Luciana), Maria Lúcia Proença (seu amor maior, musa inspiradora de Para viver um grande amor), Nelita, Cristina Gurjão (mãe de Maria), a baiana Gesse Gessy, a argentina Marta Ibañez e, por último, Gilda Mattoso. Mulherengo? Não, “mulherólogo”, como ele costumava se definir.

Tati, a primeira, única com quem casou no civil, é a inspiradora dos famosos versos “Que não seja imortal, posto que é chama/ Mas que seja imortal enquanto dure”. Deixou-a para viver com Regina Pederneiras. O romance durou um ano, depois do que ele voltou com Tati para deixá-la, definitivamente, em 1956 e casar com Lila, então com 19 anos, irmã de Ronaldo Bôscoli. Foi nessa época que o poeta conheceu Tom Jobim e o convidou para musicar sua peça Orfeu da Conceição. Desta parceria, surgiriam músicas símbolos da Bossa Nova como Chega de Saudade e Garota de Ipanema, feita para Helô Pinheiro, então uma garotinha de 15 anos que passava sempre pelo bar onde os dois bebiam. No ano seguinte, 1957, se casaria com Lucinha Proença depois de oito meses de amor escondido, afinal, ambos eram casados. A paixão durou até 1963. Foi pelos jornais que Lucinha, já separada, soube da ida de Vinícius para a Europa “com seu novo amor”, Nelita, 30 anos mais jovem. Minha namorada, outro grande sucesso, foi inspirado nela.

Em 1966, seria a vez de Cristina Gurjão, 26 anos mais jovem e com três filhos. Com Vinícius teve mais uma, Maria, em 1968. Quando estava no quinto mês de gravidez, Vinícius conheceu aquela viria a ser sua próxima esposa, Gesse Gessy. No segundo semestre de 69 começa sua parceria com Toquinho. No dia de seu aniversário de 57 anos, em 1970, em sua casa em Itapuã, Vinícius transformaria Gesse Gessy, então com 31 anos, em sua sétima esposa. Gesse seria diferente das outras e comandaria a vida de Vinícius com bem entendesse. Em 1975, já separado dela, ele se declara apaixonado por Marta Ibañez, uma poeta argentina. No ano seguinte se casariam. Ele tinha quase 40 anos mais que ela.

Em 1972, a estudante de Letras Gilda Mattoso conseguiu um autógrafo do astro Vinícius após um show para estudantes da UFF, em Niterói (RJ). Quatro anos depois o amor se concretizaria. O poeta , já sessentão; ela, com 23 anos.

Na noite de 8 de julho de 1980, acertando detalhes das canções do LP Arca de Noé com Toquinho, Vinícius, já cansado, disse que iria tomar um banho. Toquinho foi dormir. Pela manhã foi acordado pela empregada que encontrara Vinícius na banheira com dificuldades para respirar. Toquinho correu para o banheiro, seguido de Gilda. Não houve tempo para socorrê-lo. Vinícius de Moares morria na manhã de 9 de julho. No enterro, abraçada a Elis Regina, Gilda lembrava da noite anterior, quando em uma entrevista, perguntaram ao poeta: “Você está com medo da morte?”. E Vinícius, placidamente, respondeu: “Não, meu filho. Eu não estou com medo da morte. Estou é com saudades da vida”.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
eli.lua
MODERADOR
MODERADOR
avatar

Número de Mensagens : 579
Idade : 38
Localizaçâo : Albufeira
Data de inscrição : 11/12/2006

MensagemAssunto: Re: Escrever... Poesia...   22/03/07, 11:47 am

Soneto de Fidelidade

De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

Vinicius de Moraes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
eli.lua
MODERADOR
MODERADOR
avatar

Número de Mensagens : 579
Idade : 38
Localizaçâo : Albufeira
Data de inscrição : 11/12/2006

MensagemAssunto: Re: Escrever... Poesia...   22/03/07, 11:48 am

Soneto da Lua

Por que tens, por que tens olhos escuros
E mãos languidas, loucas, e sem fim
Quem és, quem és tu, não eu, e estás em mim
Impuro, como o bem que está nos puros ?

Que paixão fez-te os lábios tão maduros
Num rosto como o teu criança assim
Quem te criou tão boa para o ruím
E tão fatal para os meus versos duros?

Fugaz, com que direito tens-me pressa
A alma, que por ti soluça nua
E não és Tatiana e nem Teresa:

E és tão pouco
a mulher que anda na rua
Vagabunda, patética e indefesa

Vinicius de Moraes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
eli.lua
MODERADOR
MODERADOR
avatar

Número de Mensagens : 579
Idade : 38
Localizaçâo : Albufeira
Data de inscrição : 11/12/2006

MensagemAssunto: Re: Escrever... Poesia...   22/03/07, 12:09 pm

... Um dia crer nos versos meus quem há-de

Se eu neles derramar teus dons mais puros?

No entanto sabe o céu que eles são muros

Que a tua vida ocultam por metade.

Dissera o que de teu olhar emana,

Teus dons em nova métrica medira,

Que acharia o porvir então: “Mentira!

Tais tratos não retratam face humana.”

Que mofem pois deste papel fanado

Qual de velhos loquazes, e a teu ente

Chamem de pura exaltação da mente

E a meu verso exageros do passado.

Mas se chegar a tua estirpe a tanto,

Em dobro hás-de viver: nela e em meu canto...

SHAKESPEARE, William. A Megera Domada ( Magnifica! )
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
eli.lua
MODERADOR
MODERADOR
avatar

Número de Mensagens : 579
Idade : 38
Localizaçâo : Albufeira
Data de inscrição : 11/12/2006

MensagemAssunto: Re: Escrever... Poesia...   25/03/07, 12:03 am

Por que as pessoas gritam?

Um dia, um pensador indiano fez a
seguinte pergunta a seus discípulos:

"Por que as pessoas gritam quando
estão aborrecidas?"

"Gritamos porque perdemos a calma",
disse um deles.

"Mas, por que gritar quando a outra
pessoa está ao seu lado?", questionou
novamente o pensador.

"Bem, gritamos porque desejamos que
a outra pessoa nos ouça", retrucou outro
discípulo.

E o mestre volta a perguntar:

"Então, não é possível falar-lhe em
voz baixa?"

Várias outras respostas surgiram,
mas nenhuma convenceu o pensador.
Então, ele esclareceu:

"Vocês sabem por que se grita com
uma pessoa quando se está aborrecido?"
O fato é que, quando duas pessoas estão
aborrecidas, seus corações se afastam
muito. Para cobrir esta distância precisam
gritar para poderem escutar-se

Quanto mais aborrecidas estiverem, mais
forte terão que gritar para ouvir um ao outro,
através da grande distância.

Por outro lado, o que sucede quando
duas pessoas estão enamoradas?

Elas não gritam. Falam suavemente.
E, por quê?

Porque seus corações estão muito perto.
A distância entre elas é pequena.

Às vezes, estão tão próximos seus
corações, que nem falam, somente
sussurram.

E, quando o amor é mais intenso, não
necessitam sequer sussurrar, apenas
se olham, e basta.

Seus corações se entendem.

É isso que acontece quando duas
pessoas que se amam estão próximas.

Por fim, o pensador conclui, dizendo:

"Quando vocês discutirem, não deixem
que seus corações se afastem, não
digam palavras que os distanciem
mais, pois chegará um dia em que
a distância será tanta que não mais
encontrarão o caminho de volta".

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
eli.lua
MODERADOR
MODERADOR
avatar

Número de Mensagens : 579
Idade : 38
Localizaçâo : Albufeira
Data de inscrição : 11/12/2006

MensagemAssunto: Re: Escrever... Poesia...   25/03/07, 12:17 am

MARIDO é aquela pessoa amiga e companheira,
que está sempre ali, ao seu lado, para ajudá-la
a resolver os grandes problemas que você não
teria se fosse solteira.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
eli.lua
MODERADOR
MODERADOR
avatar

Número de Mensagens : 579
Idade : 38
Localizaçâo : Albufeira
Data de inscrição : 11/12/2006

MensagemAssunto: Re: Escrever... Poesia...   25/03/07, 12:38 am

O que os signos dizem depois do sexo!!
Áries: "Legal, vamos de novo!"

Touro: "Estou com fome - passe a pizza."

Gêmeos: "Você viu o controle remoto?"

Câncer: "Quando vamos nos casar?"

Leão: "Não fui incrivelmente fantástico?"

Virgem: "Preciso lavar os lençóis."

Libra: "Eu gostei se você também gostou."

Escorpião: "Talvez eu deva desamarrar você agora."

Sagitário: "Não me ligue - Eu ligo pra você."

Capricórnio: "Você tem cartão de visitas?"

Aquário: "Agora vamos tentar outras posições?."

Peixes: "Qual você disse que era o seu nome mesmo?

E você, qual o seu signo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
borboleta
MODERADOR
MODERADOR
avatar

Número de Mensagens : 408
Data de inscrição : 01/12/2006

MensagemAssunto: Re: Escrever... Poesia...   08/04/07, 10:07 pm

As batidas do meu coração aceleram,
penso em você.
Em tudo que vivenciamos até agora,
em tudo que ainda nos resta vivenciar.
Nos sonhos que sonhamos,
nas juras de Amor.
Amor para mim é isso...
tem que pulsar!
Tem a paz que encontro no teu sorrir,
o calor exato das suas mãos.
Amor é essa calmaria que
encontro em você, quando falamos,
quando juntos estamos.
É ver a noite se tornar
madrugada de repente,
pelas horas não percebidas.
É ver a mesma noite se arrastar,
quando não vem.
Amor é ter você, durante e
em cada tarefa que concluo.
É ver você,
não importando muito
para onde vai o meu olhar...
Porque, geralmente,
eles não enxergam o que olham,
sempre enxergam você.
É sentir você em cada algo que toco,
amar você é isso aqui,
enquanto você aí,
eu aqui...
Escrevendo do meu amor por ti,
só para estar junto de ti
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
borboleta
MODERADOR
MODERADOR
avatar

Número de Mensagens : 408
Data de inscrição : 01/12/2006

MensagemAssunto: Re: Escrever... Poesia...   08/04/07, 10:09 pm

Eu te amo
Antes e depois de todos os acontecimentos
Na profunda imensidade do vazio
E a cada lágrima dos meus pensamentos.

Eu te amo
Em todos os ventos que cantam,
Em todas as sombras que choram,
Na extensão infinita do tempo
Até a região onde os silêncios moram.

Eu te amo
Em todas as transformações da vida,
Em todos os caminhos do medo,
Na angústia da vontade perdida
E na dor que se veste em segredo.

Eu te amo
Em tudo que estás presente,
No olhar dos astros que te alcançam
Em tudo que ainda estás ausente.

Eu te amo
Desde a criação das águas,
desde a idéia do fogo
E antes do primeiro riso e da primeira mágoa.
Eu te amo perdidamente

Desde a grande nebulosa
Até depois que o universo cair sobre mim
Suavemente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
tatanka
MEMBRO EXPERIENTE
MEMBRO EXPERIENTE
avatar

Número de Mensagens : 365
Idade : 48
Data de inscrição : 08/12/2006

MensagemAssunto: Re: Escrever... Poesia...   27/05/07, 06:20 pm



O segredo da mulher
não está só no sexo.
Está no seu mundo complexo de ser...
Está nas suas manhas e artimanhas
cobertas pelo olhar puro do querer.
Está ao alcance das suas emoções
quando pedidas pelas inquietações,
desprendidas num sorriso ensurdecedor,
quando vivida nas mais intensas intenções
onde toma conta o instante assustador
provocando a alegria, a tristeza e a dor.
O segredo da mulher
é o mais difícil de se ter,
mas pode ser o mais fácil
quando ela quer acontecer.
É poço sem fundo, sem direção,
é poesia, é alegria, é imaginação,
é qualquer coisa sem forma, enfim,
que torna os homens operários,
das buscas que não tem fim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
tatanka
MEMBRO EXPERIENTE
MEMBRO EXPERIENTE
avatar

Número de Mensagens : 365
Idade : 48
Data de inscrição : 08/12/2006

MensagemAssunto: Re: Escrever... Poesia...   15/10/07, 12:44 am

Sereia
Esta fase do amor é bela demais
Posso transformar-me em sereia
jogar o meu charme, escamas na areia
Ver refletida da lua cheia, a cor violeta
Derramada seleta: a ti e a mim

Posso ver teus olhos, singrando meu corpo
tal qual uma gôndola, cruzando Veneza
Com tua mestria rompendo a represa
unir bem de mansinho, o rio com o mar

Rompendo as nuvens, agradável surpresa,
grossas gotas de chuva explodindo em bolhas.
Olhos de fé, corpos em brasas
pairar sobre as ondas. Assim...
amar é imaginar-se sobre o mar, tendo asas

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
tatanka
MEMBRO EXPERIENTE
MEMBRO EXPERIENTE
avatar

Número de Mensagens : 365
Idade : 48
Data de inscrição : 08/12/2006

MensagemAssunto: Re: Escrever... Poesia...   15/10/07, 04:39 pm

Mulher?!? Sim eu Sou!
Dedicada a todos que estão por perto.
Atenciosa com todos que necessitam.
Carinhosa a qualquer momento.
Paciente em qualquer situação.
Intolerante quando irritada.
Irritada quando sinto-me perdedora.
Amorosa, quando quero ser amada.
Carente a todo momento.
Sensível a todo tempo.
Forte em momentos inesperados.
Mulher?!? Sim eu Sou!
Mesmo ao cair da noite,
Mesmo ao sentir dor,
Mesmo ao gritar,
Mesmo ao chorar,
Mesmo ao sonhar,
Mesmo ao brigar,
Em todo momento, Sou Mulher!
Que busco meus sonhos,
Que luto pelos meus ideais,
Que enfrento os problemas,
Que choro por eles também.
Há os que me chamam de Guerreira,
Também de Vencedora.
Simplesmente: Sou Mulher
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
tatanka
MEMBRO EXPERIENTE
MEMBRO EXPERIENTE
avatar

Número de Mensagens : 365
Idade : 48
Data de inscrição : 08/12/2006

MensagemAssunto: Re: Escrever... Poesia...   04/11/07, 08:09 pm

Alma da Mulher

Nada mais contraditório do que ser mulher...
Mulher que pensa com o coração,
age pela emoção
e vence pelo amor.
Que vive milhões de emoções num só dia
e transmite cada uma delas, num único olhar.
Que cobra de si a perfeição e vivearrumando d
esculpas para os erros,daqueles a quem ama.
Que hospeda no ventre outras almas,
da a luz e depois fica cega,
diante da beleza dos filhos que gerou.
Que dá as asas,
ensina a voar mas não quer ver partiros pássaros,
mesmo sabendo que eles não lhe pertencem.
Que se enfeita toda e perfuma o leito,
ainda que seu amor nem perceba mais tais detalhes.
Que como uma feiticeira transformaem luz e sorriso
as dores que sente na alma,
só pra ninguém notar.
E ainda tem que ser forte,
pra dar os ombros para quem neles precise chorar.
Feliz do homem que por um dia souber,
entender a alma da mulher !!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
tatanka
MEMBRO EXPERIENTE
MEMBRO EXPERIENTE
avatar

Número de Mensagens : 365
Idade : 48
Data de inscrição : 08/12/2006

MensagemAssunto: Re: Escrever... Poesia...   10/11/07, 10:12 pm

Encontrei uma preta
que estava a chorar,
pedi-lhe uma lágrima para a analisar.


Recolhi a lágrima
com todo o cuidado
num tubo de ensaio
bem esterilizado.

Olhei-a de um lado,
do outro e de frente:
tinha um ar de gota
muito transparente.


Mandei vir os ácidos,
as bases e os sais,
as drogas usadas
em casos que tais.

Ensaiei a frio,
experimentei ao lume,
de todas as vezes
deu-me o que é costume:
nem sinais de negro,
nem vestígios de ódio.

Água (quase tudo)
e cloreto de sódio.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Escrever... Poesia...   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Escrever... Poesia...
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» Frases e flores( 21 a 26 setembro)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: OUTROS TEMAS :: DIVERSOS-
Ir para: